26 de jan de 2010

SUANDO e RESISTINDO 2009 - Verbo - performers: Marco Paulo Rolla, Anderson Gouvea e Mariana Sucupira.Duração:50 min

50 taças de vidro são dispostas na sala formando 3 nichos. 3 corpos nus se colocam em baixo da lampada quente e começa um jogo de tempo, som e energia. Em movimentos repetitivos os performers chocam os copos até sua resistência maxima, provocando a quebra, o acaso e o risco. O som é espandido por captadores fazendo do trabalho um fenômeno musical.




fotos Ding Musa

A peformance e a construção de uma imagem signo

Vamos começar a pensar a performance por vias de um desvio de entrada. A pergunta pela qual nos guiaremos será:

Que imagem constrói uma performance?

Ao invés de perguntarmos pelo significar, em primeiro plano, tentaremos perceber a imagem formada e daí os signos de uma constelação cognitiva. E essas cognições vêm recheadas de sentidos, tanto no sentido do sensível quanto no sentido direcional de apontamento. Uma cognição mista entre a razão e a emoção.

O signo proclama o enigma como sua fonte vital; na arte é do enigma que se extraem as perguntas, o desejo de se relacionar com o objeto. O enigma doa à estética formal sua energia expandida. Sem esse dado o objeto artístico se tornaria opaco, impermeável, sem a menor possibilidade de reflexão no outro, perdendo assim o sentido do humano.